Significado de Pleonasmo


O que é Pleonasmo



Pleonasmo é uma palavra de origem grega (pleonasmós, ou πλεονασμός), passando para o latim como pleonasmus, tendo o significado de abundância, ou superabundância, ou ainda redundância.

Pleonasmo é uma figura de linguagem gramatical criada através da repetição, na fala ou na escrita, de ideias ou palavras com o mesmo sentido, intensificando o significado dessa ideia. Trata-se de um vício, quanto é utilizado por inconsciência ou ignorância, ou pode ser um efeito literário, quando em textos escritos. Geralmente é utilizado para dar uma maior força à expressão ou ideia.

O pleonasmo pode ser de dois tipos diferentes, conforme sua utilização:

  • Pleonasmo estilístico ou literário, que é usado como recurso de um escritor em seu texto, com o objetivo de enfatizar uma ideia ou conceito;
  • Pleonasmo vicioso, quando utilizado na linguagem falada, fora de qualquer contexto literário. Nesse caso, o pleonasmo também é chamado de tautologia.

Exemplos de Pleonasmo

Temos diversos exemplos de pleonasmo na literatura, desde Vinícius de Moraes até Fernando Pessoa, passando por outros autores célebres da literatura portuguesa e brasileira.

  • Gonçalves Dias, por exemplo, utiliza o pleonasmo em “Morrerás morte vil / na mão de um forte”, onde redunda a ideia de morte;
  • Fernando Pessoa utiliza o pleonasmo em “Ó mar salgado, quanto do teu sal / São lágrimas de Portugal?”, fortalecendo a ideia de sal e salgado;
  • Vinícius também usa o pleonasmo em diversos de seus poemas, como “E rir meu riso / E derramar meu pranto”, ressaltando em ambos os versos a ideia de alegria e de dor;
  • Manuel Bandeira faz da repetição um exemplo de pleonasmo em seus versos “Chovia uma triste chuva”, reforçando a ideia da tristeza sentida.

Não é somente na literatura, porém, que encontramos pleonasmos. Também na linguagem falada podemos vê-lo, como nos exemplos abaixo:

  • Anexar junto;
  • Descer para baixo;
  • Hemorragia de sangue;
  • Suicidou-se a si mesmo;
  • Adiar para depois;
  • Panorama geral.

Pleonasmo Intencional

O pleonasmo também pode ser considerado intencional, quando é usado como recurso de estilo, surpreendendo o ouvinte ou o leitor para que tenha sua atenção mais voltada ao que está exposto.

A música Valsinha é um bom exemplo disso, onde Vinícius de Moraes e Chico Buarque utilizam o pleonasmo no verso “dançaram tanta dança”.

O que você achou deste artigo ?

Am e Pm | Amizade Colorida | Pleonasmo | Siglas Poesia